O NOSSO HÓSPEDE de Joe Orton (1964)

o_nosso_hospede_a O NOSSO HÓSPEDE (Entertaining Mr. Sloane) de Joe Orton
Tradução
Manuel João Gomes Com Lia Gama , Nuno Melo , Carlos Gonçalves e Cláudio da Silva Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Som Paulo Curado Encenação Manuel João Aguas

Estreia Teatro Taborda, 15 de Abril de 2004

O texto, juntamente com A SAQUE, está publicado nos LIVRINHOS DE TEATRO, Volume 5 dos Artistas Unidos.

Uma comédia negra, muito negra, muito cómica, com sexo, morte, desejo, uma dentadura postiça, o mundo carnavalesco, sórdido, hilariante de um dos maiores inventores do teatro contemporâneo.
Um rapaz atrevido aluga um quarto em casa de dois irmãos que a solidão e o tempo isolaram. Mas ninguém sai indemne deste encontro…

ED Eu quero ter uma conversa privada com a minha irmã.
SLOANE Vai correr tudo bem?
ED Bom... talvez.
SLOANE Eu ficarei agradecido.
ED Ficarás?
SLOANE Eternamente.
ED. Eternamente não, rapaz. Alguns anos apenas. (Dá uma palmada no ombro de SLOANE. SLOANE sai.) Qual vai ser a história?
KATH. Como tu disseste. Ele caiu das escadas abaixo.
Joe Orton, O NOSSO HÓSPEDE

ENTERTAINING MR. SLOANE estreou em Portugal em 1976 (com o título ESTE ESTRANHO AMOR) no Teatro Monumental com Laura Alves, Paulo Renato, Luís Filipe e Carlos Quintas, numa encenação de Varela Silva. A tradução de Manuel João Gomes que apresentamos esteve na base do espectáculo do Teatro da Graça, com o título BEM-VINDO, SR. SLOANE com encenação e interpretação de Carlos Fernando, espectáculo que contava ainda com os actores Maria José, Filipe Domingues e António Montês.

ENOJADA
Eu vou a peças de teatro há quarenta anos e quero com toda a sinceridade concordar com o Sr. Pinnell na sua condenação a ENTERTAINING MR. SLOANE.
Eu própria fiquei enojada por esta infinita exibição de perversão mental e física. E por saber que uma porcaria tão nojenta passe agora por humor.
Os jovens dramaturgos de hoje julgam poder ostentar o seu desprezo pelas pessoas normais decentes. Espero que as pessoas normais decentes contra-ataquem em breve!
Sinceramente,
Edna Welthorpe (Mrs.)

o_nosso_hospede_bNão se trata de nenhuma normal e decente tia Edna. Era Joe Orton, sob o seu frequente pseudónimo, a criar escândalo sobre a primeira peça que viu produzida.
ENTERTAINING MR. SLOANE estreou em Maio de 1964 no New Arts Theatre e foi logo transferida para o West End. Foi um êxito controverso. Por um lado, Rattigan, o mestre da "peça-bem-feita", louvou SLOANE por ser "a melhor primeira peça" que ele viu "em trinta anos"; por outro lado, muitos se sentiram ultrajados com a maneira como o dramaturgo conseguiu relegar eficazmente para segundo plano a moralidade convencional. A peça mostra-nos como o aparentemente amoral e bissexual Sloane joga um irmão contra uma irmã e vice-versa e que ambos competem por Sloane para obter favores sexuais; mas o feitiço vira-se contra o feiticeiro Sloane quando, após ter morto o pai deles, o irmão e a irmã estabelecem direitos de propriedade conjuntos sobre ele, e concordam partilhar o seu corpo segundo um sistema rotativo.

Teatro da Politécnica

emilia prog 1 EMÍLIA
de 11 de Setembro a 19 de Outubro
NIKIAS quadrado prog NIKIAS SKAPINAKIS - Pintura e Desenho - 2018-2019
de 11 de Setembro a 19 de Outubro
VEMO NOS AO NASCER DO DIA de ZInnie Harris prog VEMO-NOS AO NASCER DO DIA
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro
RETRATO DE UM RAPAZ prog RETRATO DE UM RAPAZ
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

sonho prog SONHO (MAS TALVEZ NÃO)
Na Antena 2, Teatro Sem Fios, a 24 de Setembro às 19h00
VEMO NOS AO NASCER DO DIA de ZInnie Harris prog VEMO-NOS AO NASCER DO DIA
No Teatro Estúdio-Ildefonso Valério a 25 e 26 de Outubro
VIDAS ÍNTIMAS de Nöel Coward prog VIDAS ÍNTIMAS
No Teatro Municipal de Vila Real a 31 de Outubro
No Teatro Municipal da Guarda a 8 de Novembro
No Porto, no Teatro Nacional São João de 14 de Novembro a 1 de Dezembro
No Teatro Aveirense a 6 de Dezembro
Em Ponte de Lima, no teatro Diogo Bernardes a 14 de Dezembro
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett a 4 de Janeiro de 2020
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 11 de Janeiro de 2020
Em Santarém, no Teatro Municipal Sá da Bandeira a 18 de Janeiro de 2020
Em Braga, no Theatro Circo a 25 de Janeiro de 2020
Em Leiria, no Teatro José Lúcio da Silva a 6 de Fevereiro de 2020
Em Coimbra, no Convento S. Francisco a 8 de Fevereiro de 2020
Em Viana do Castelo, no Teatro Sá de Miranda a 15 de Fevereiro de 2020
Em Torres Novas, no Teatro Virgínia a 29 de Fevereiro de 2020
No CCB – Centro Cultural de Belém de 4 a 9 de Março de 2020
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

23 de Setembro – Mário Cesariny por Maria João Luís e Jorge Silva Melo
11 de Novembro – José Gomes Ferreira por João Meireles (distribuição em curso)

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA
os nossos poetas leituras de poesia portuguesa pelos Artistas Unidos

Livrinhos de Teatro

K 126 Max Frisch

O SENHOR BIEDERMANN E OS INCENDIÁRIOS / ANDORRA
De Max Frisch
Livrinhos de Teatro nº 126 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter