A HISTÓRIA DO ESCRIVÃO BARTLEBY de Francisco Luís Parreira

historia_do_escrivao_a HISTÓRIA DO ESCRIVÃO BARTLEBY de Francisco Luís Parreira
A partir da novela BARTLEBY O ESCRIVÃO de Herman Melville
Com Américo Silva, António Simão, Bruno Bravo, Francisco Luís Parreira, Rogério Vieira Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves, Isabel Nogueira, José Manuel Reis Luz Pedro Domingos Encenação João Meireles

Estreia Espaço A Capital/ Teatro Paulo Claro, 8 de Novembro de 2001

O texto está publicado na Revista nº 7 dos Artistas Unidos.

Num dia de trabalho como os outros, o escrivão Bartleby ergue-se da secretária, coloca-se de pé a meio do gabinete e deixa de ter fome. Não fará doravante coisa enhuma. As exortações, os pedidos de esclarecimento do patrão têm como resposta única "Preferia não o fazer".

historia_do_escrivao_b A entrada do trabalho na literatura ocidental é tardia. Devemo-la a Charles Dickens ou à Revolução Industrial, e é um caminho não menos eficaz para chegar à tragédia. O homem é agora menos que ele mesmo e o tropo do trabalho expõe essa redução metafísica do homem ao orgão. Por isso, o novo homem Bartleby (.) anuncia-nos de Wall Street, sob a forma de eterno retorno, essa nova característica humana da impessoalidade. Não lhe é possível agora lançar-se na experiência trágica sem transformá-la em aberração. A menos que acreditemos que ele detém a chave da nossa perplexidade.
Francisco Luís Parreira

 A natureza própria do limbo é a de Bartleby, a mais antitrágica das figuras de Melville ( ainda que, aos olhos dos homens, nada pareça mais desolador que o seu destino) - e está aí a raíz, impossível de arrancar, daquele "preferia não", contra o qual se desfaz, simultaneamente com a razão divina, toda a razão humana.
Giorgio Agamben, Ideia da Prosa

Teatro da Politécnica

retrato prog RETRATO DE MULHER ÁRABE QUE OLHA O MAR
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro
oteatro joaovieira prog VOLTAR A VER O JOÃO (VIEIRA)
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

DO ALTO DA PONTE 2 prog DO ALTO DA PONTE
No Teatro Municipal de Vila Real a 19 de Outubro
No Teatro Municipal de Bragança a 27 de Outubro
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 3 de Novembro
No Teatro Nacional de S. João de 8 a 25 de Novembro
No Teatro Aveirense a 30 de Novembro
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garret a 1 de Dezembro
No S. Luiz Teatro Municipal de 10 a 27 de Janeiro de 2019
Em Faro, no Teatro das Figuras a 31 de Janeiro de 2019
No Teatro Municipal de Almada a 9 e 10 de Fevereiro de 2019
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 16 de Fevereiro de 2019
Em Viana do Castelo, no Teatro Municipal Sá de Miranda a 16 de Março de 2019
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS. Como, não é retrato?
Em Coimbra, no Caminhos Film Festival, Mini-Auditório Salgado Zenha a 30 de Novembro, às 18h00

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
12 de Novembro Luís Vaz de Camões por Jorge Silva Melo
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

Livrinhos de Teatro

assinaturas2019

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2019

Assinar »»

Subscrever Newsletter