XANA

Nasceu em Lisboa em 1959.  Licenciou-se em Artes Plásticas / Pintura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, 1984.  No mesmo ano integrou, juntamente com Fernando Brito, Ivo, Manuel João Vieira, Pedro Portugal e Pedro Proença, o grupo Homeostética.
A sua obra abrange áreas como a pintura, escultura, cenografia, performance e instalação entre outras.
Desde 1984 o artista reside e trabalha em Lagos.

Exposições Individuais
1985
From Crocodile Islands, Galeria Diferença, Lisboa.
1986 - Galeria Módulo, Lisboa.
1987 - Galeria Módulo, Porto.
1988 - Raspar as Palavras, Loja de Desenho, Lisboa;
- Ursos e Flores, do Moderno ao Neo-Neo, Galeria de Colares.
1989 - Galeria Valentim de Carvalho, Lisboa.
1990 - Galeria Valentim de Carvalho, Lisboa.
- Cooperativa Árvore, Porto.
1991 - Arte Opaca (Unidimensional) Atípica, Galeria A5, Santo Tirso.
1992 - Kunstlerhaus Mousonturm, Frankfurt.
1993Super Plástica, Galeria Valentim de Carvalho, Lisboa.
1994 - Pinturas Quase Planas, Galeria Évora-Arte, Évora.
1996Cometas? (1983 - 84), Galeria Hugo Lapa, Lisboa.
1998 - Elip(s) e Flop(s), Galeria André Viana, Porto.
2000 - Galeria 30 dias, Caldas da Rainha.
2005 - Arte Opaca e outros Fantasmas, exposição antológica 1988-2005, Culturgest, Lisboa;
- Arte Opaca e outros Fantasmas, exposição antológica 1988-2005, Palácio da Galeria, Tavira.
2007 - O Falso Diário de A.B., no Museu da Electricidade, Lisboa.

Exposições colectivas
1981
- Lis' 91 - Exposição Internacional de Desenho, Lisboa;
- Salão da Primavera, Casino do Estoril.
1982 - O Papel Como Suporte, S. N. B. A., Lisboa;
- Exposição de Arte Moderna, S. N. B. A., Lisboa;
- Pequeno Formato, S. N. B. A., Lisboa.
1983Onze Anos Depois, E. S. B. A. L., Lisboa;
- O Papel Como Suporte, S. N. B. A., Lisboa;
- Homeostética, Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, Lisboa; 
- Um Labrego em Nova York, Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, Lisboa.
1984 - Esfinge Rosa, Cómicos, Lisboa;
- Novos - Novos, S. N. B. A., Lisboa;
- Homenagem a Almada Negreiros, Ministério da Cultura, Lisboa;
- Futuro é já Hoje, Centro de Arte Moderna - F. C. G., Lisboa;
- Lagos 84, Armazém Regimental, Lagos;
- IV Bienal de Vila Nova De Cerveira, V. N. de Cerveira; 
- Dezasseis Filmes de Curtíssima Metragem em Formato Super - 8, Casa de Bocage, Setúbal.
- Se em Portimão Houvesse Baleias, Galeria Quarto Crescente, Portimão.
1985 - Cinco Pintores Contemporâneos, Museu da Figueira da Foz.
1986 - 42ª Biennale di Venezia, Veneza;
- Trienal da Índia, Nova Deli;
- Bienal de Escultura de Zamora, Zamora;
- Lisboa - Amsterdam, Gerrit Ritveld Academie, Amsterdão;
- Educação Espartana, Circulo de Artes Plásticas de Coimbra;
- Continentes, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.
1988 - Lisbonne Aujourd'hui, Musée de Toulon;
1989 - Portugal Hoy, Centro Cultural Conde Duque, Madrid;
- O Olhar Dividido, Universidade Menendez Pelayo, Santander;
- Kauru, Taormina, Sicília;
- Rigorosamente alguidares com água, instalação com Mimi, Coimbra.
1991 - Arte Com Timor, Palácio Galveias, Lisboa.
1992 - Colecção da Fundação Luso Americana, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
- Muestra de Pintura Y Grabado Portugueses Contemporâneos, Museo de Huelva;
Joaquim Bravo - Reencontros, Galeria Alda Cortez, Lisboa.
1993 - Tradición, Vangarda e Modernidade do Século XX Português, Auditório de Galicia, Santiago de Compostela;
- Ilegítimos, Artefacto 3, Lisboa;
- Objectos Complexos, I.S.C.T.E., Lisboa.
1994 - Ilegítimos, The George Washigton University, Washigton e Galerie Hilde Leiss, Hamburgo;
- Quando o mundo nos cai em cima, Centro Cultural de Belém, Lisboa;
- WX, Blanca de Navarra - Centro Cultural de Lisboa, Madrid;
Desenhos Contemporâneos -Lisboa 94, Museu Bordalo Pinheiro, Lisboa.
1995 - Salon de Mont Rouge - selecção portuguesa, Mont Rouge, França.
1996 - Evragla, Convento de S. José, Lagoa;
- II Bienal de Arte AIP, Europarque, Santa Maria da Feira.
1997 - Metro - A Arte que Lisboa ainda não Viu, Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa;
- X - Rated, Galeria Zé dos Bois, Lisboa;
- Papel de Parede, Centro Cultural de S. João da Madeira.
1998 - Kunst aus Portugal, Forum Wasserturm, Meerbusch / Dusseldorf.
1999 - Arte Portuguesa dos Anos 90 na Colecção da Fundação de Serralves, Casa da Cultura de Paredes, Paredes.
2000 - Colecção António Cachola - arte portuguesa anos 80-90, MEIAC, Badajoz.
2001 - Modos afirmativos e declinações - aspectos do desenho na década de 80, Museu de Évora e Fábrica da Cerveja, Faro

Obras públicas
1987
Alvos, Intervenção na Fortaleza, Festival de Sagres;
1988 - Concurso de ideias para Florença, Arq.to  J. L. Carrilho da Graça 
1991Quatro Esculturas, Cidade Universitária, Festas de Lisboa;
Intervenção em quatro edifícios de Osnabruck, "Arte Portuguesa” Osnabruck.
1992 - Intervenção na estação do Saldanha do Metropolitano de Lisboa, Festas de Lisboa.
1993Amor Trabalho Sabedoria, Jornadas de Arte Contemporânea, Alfândega do Porto.
1994 Lar Doce Lar, em Depois de Amanhã - Lisboa 94, Centro Cultural de Belém.
1995 - Concurso Público de Ideias para a Valorização das Novas Acessibilidades à Cidade de Lagos, Arq.to António Marques.
1997 - Intervenção no interior do bar "Odesex" em Odeceixe, Arq.tos  Vitor Lourenço / Mario Correia Martins;
- Mural cerâmico para Concurso Público de Ideias para o Mercado Municipal de Lagos, Arq.tos Mario Correia Martins / Vitor Lourenço;
Monumento aos Navegadores Lacobrigenses, Av. dos dos Descobrimentos, Lagos;
- Árvore de Natal, Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo, Sintra 
1998 - Pavimento em calçada, Cais Português no recinto da Exposição Mundial de Lisboa - EXPO’ 98;
- Intervenção no interior da discoteca "Phoenix" em Lagos, Arq.tos Mario Correia Martins / Vitor Lourenço.
2000 - Conjunto escultórico e desenho de calçada em Oeiras, em conjunto arquitectónico da autoria de Arquitrave/ Arq.º João Torres Campos. 
2001 O Caminho do Paraíso, em "Apresentação", Central Tejo, Belém, Lisboa. 
2004 - 6=0 Homeostetica - Museu de Serralves, Porto.

Cenografias
1988
O Lagarto do Âmbar (cenários e grafismo) de M. Estela Guedes, encenação de Alberto Lopes, Acarte - Fundação Calouste Gulbenkian. 
1992Diving (cenário e figurinos), coreografia de Rui Horta, Soap Dance Theatre Frankfurt. 
1998 Cenografia de "Universos e Frigoríficos" de Jacinto Lucas Pires, com encenação de Manuel Wiborg.

Ilustração
1985
- Desenhos para a história Tiago AEIOU e o Circo Canguru, de Ana Ramalhete.

Colecções Públicas
Centro de Arte Moderna / Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Fundação de Serralves, Porto.
Ministério da Cultura.
Fundação Luso Americana, Lisboa.
Caixa Geral de Depósitos, Lisboa.
Kunstlerhaus Mousonturm, Frankfurt.
Museu de Arte Contemporânea do Funchal, Madeira.

Prémios
1981 - 1º Prémio de Desenho no Salão da Primavera, Casino do Estoril. 

Bibliografia
Brandão
, Pedro, A Conjugação das Artes. In “Público”, pág.44, Lisboa, 1995.
Carlos, Isabel, Objectos Inocentes. In “Expresso”, Lisboa, 1990.
Carlos, Isabel, A Arte em Passeio de Automóvel. In “Expresso”, Lisboa, 1991. 
Carlos, Isabel, Paraíso Infernal. In cat. "Depois de Amanhã", Lisboa 94 - Electa, 1994.
Gonçalves, Eurico, Vinte Novos - Novos Revelados nos Anos 80. In “O Jornal”, Lisboa, 1985.
Gonçalves, Eurico, A Visão Super Plástica de Xana. In “Diário de Noticias”, 1993
Gonçalves, Rui Mário, Xana. In “100 Pintores Portugueses do Sec. XX”, Alfa, 1986.
Gonçalves, Rui Mário, Arte Portuguesa 1992, Osnabruck, 1992. 
Gonçalves, Rui Mário, A Arte Portuguesa do Século XX, Temas e Debates e Circulo dos Leitores, Lisboa, 1998.
Jorge, João Miguel Fernandes, Xana. In “O Independente”, Lisboa, 1989.
Jorge, João Miguel Fernandes, Xana. In “O Independente”, Lisboa, 1993.
Marques, Lúcia, Xana. In "Arte y Parte", 2001.
Melo, Ana Vasconcelos, Pequeno Roteiro da Colecção de Arte do Centro de Arte Moderna - José de Azeredo Perdigão, pag. 74/75, Lisboa, 1996.
Melo, Alexandre, Xana. In cat. "Kauru", Taormina, 1992.
Melo, Alexandre e Pinharanda, João, A Vida em View Master. In “Jornal de Letras A. e Ideias”, Lisboa, 1994.
Molder, Maria Filomena, Primeiras Impressões em Versão Definitiva. In cat." A Partir do INFRA - mince", Lisboa 94 - Livros Horizonte, 1994.
Oliveira, Emídio Rosa, Os Artefactos Visuais de Xana. In Visão, 1993.
Pinharanda, João, Flores Transparentes e Ursos Sobrepostos. In Cat. "Ursos e Flores", Galeria de Colares, 1988.
Pinharanda, João, Interdisciplinaridade. In “Jornal de Letras Artes e Ideias”, pág. 26, Lisboa, 1988.
Pinharanda, João, Xana Memórias do Verão. In “Casa e Decoração”, pág. 6, Lisboa, 1989.
Pinharanda, João, Sobredesenhos. In “Público”, Lisboa, 1994.
Pinharanda, João, Um Passeio Cheio de Jogos e Armadilhas. In cat. "Arte Urbana" - EXPO' 98, Lisboa, 1998.
Pomar, Alexandre, Xana. In “Expresso”, Lisboa, 1985.
Pomar, Alexandre, Super Xana. In “Expresso”, Lisboa, 1993.
Pomar, Alexandre, Os Lugares da Arte. In “Expresso”, Lisboa, 1993.
Porfirio, José Luís, Xana (n)a Diferença. In “Expresso”, Lisboa, 1985.
Porfirio, José Luís, Um Velho que Sabe, um Menino que Brinca. In “Expresso”, Lisboa, 1986.
Porfirio, José Luís, Xana na Rua. In “Expresso”, Lisboa, 1991.
Rodrigues, António, A Partir do INFRA - mince de Duchamp. In cat."Desenhos Contemporâneos / A Partir do INFRA - mince", Lisboa 94 - Livros Horizonte, 1994.
Vidal, Carlos, Algumas Redundâncias. In “A Capital”, 1993.
Sousa, Rocha de, Desenhos Contemporâneos / Uma Escolha Infra Leve. In “Jornal de Letras Artes e Ideias”, 1995.
Xana, Se Algum de Nós Tiver Êxito, Alimenta os Outros, entrevista por Marcelo de Campos. In “Diário de Lisboa, suplemento Sete Ponto Sete”, pag.4-5, Lisboa, 1983. 
Xana, Xana: Duas Coisas que Coubessem em Cima do Carro do Meu Pai..., entrevista por Inês Pedrosa in “Jornal de Letras Artes e Ideias”, Lisboa. 
Xana, Eu Tinha um Cão Malhado... In cat. da exposição, Galeria Valentim de Carvalho, Lisboa,1989. 
Xana, Não Peço o Currículo aos Compradores, entrevista por Carlos Vidal. In “A Capital”, 1993.
Xana, O Mundo já é Super Pop, entrevista por Luísa Soares de Oliveira. In “Público”, 1993 
Xana, Doce Inferno. In cat. "Patricia Garrido - Pinturas", Galeria Monumental, Lisboa, 1993.
Xana, PALOLO - Magical Mystery Tour. In cat. "António Palolo 1963 - 1995", Centro de Arte Moderna / Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1995. 
Xana, Moulinex. In cat. “Mil  quinhentas e setenta e três maneiras de matar Catarina", Galerias Trem e Arco, Faro, 1996.

Nos Artistas Unidos:
2004 - ESPELHOS ROUBADOS - Galeria Teatro Taborda

Teatro da Politécnica

VEMO NOS AO NASCER DO DIA de ZInnie Harris prog VEMO-NOS AO NASCER DO DIA
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro
RETRATO DE UM RAPAZ prog DE NOITE, TODOS OS GATOS
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro
A MÁQUINA HAMLET de Heiner Müller fotografia de Jorge Gonçalves prog A MÁQUINA HAMLET
de 15 de Janeiro a 22 de Fevereiro
JSM fotografia oficial 1 prog ÁJAX POR EXEMPLO
a 18 de Janeiro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

VIDAS ÍNTIMAS de Nöel Coward prog VIDAS ÍNTIMAS
No Teatro Aveirense a 6 de Dezembro de 2019
Em Ponte de Lima, no teatro Diogo Bernardes a 14 de Dezembro de 2019
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett a 4 de Janeiro de 2020
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 11 de Janeiro de 2020
Em Santarém, no Teatro Municipal Sá da Bandeira a 18 de Janeiro de 2020
Em Braga, no Theatro Circo a 24 de Janeiro de 2020
Em Leiria, no Teatro José Lúcio da Silva a 6 de Fevereiro de 2020
Em Coimbra, no Convento S. Francisco a 8 de Fevereiro de 2020
Em Viana do Castelo, no Teatro Sá de Miranda a 15 de Fevereiro de 2020
Em Viseu, no Teatro Viriato a 21 e 22 de Fevereiro de 2020
No Teatro-Cine de Torres Vedras a 28 de Fevereiro de 2020
Em Torres Novas, no Teatro Virgínia a 29 de Fevereiro de 2020
No CCB – Centro Cultural de Belém de 4 a 9 de Março de 2020
nestesultimostempos prog NESTES ÚLTIMOS TEMPOS de Jorge Gonçalves
Em Aveiro, no Teatro Aveirense de 6 de Dezembro de 2019 a 4 de Janeiro de 2020
Em Setúbal, no Teatro Muncipal Luísa Todi de 1 de Fevereiro a 1 de Março de 2020
EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA
14 de Dezembro de 2019 - Cancioneiro de Natal de David Mourão-Ferreira por Luís Lucas e Manuel Wiborg
Em Cascais, na Casa Sommer, às 18h30

Livrinhos de Teatro

K 130 Lola

STRIPTEASE / SONHO COM REVÓLVER / O AMOR É UM ATIRADOR FURTIVO
de Lola Arias
Livrinhos de Teatro nº 130
Uma edição Artistas Unidos/ Livros Cotovia com Programa Sur

Livraria online »»

Subscrever Newsletter