SEGUNDA COLINA pintura de Ivo

segunda_colina_a SEGUNDA COLINA pintura de Ivo
Os trabalhos da exposição relacionam-se com vestígios de pautas musicais, cadernos de duas linhas e outros registos. Marcas que estarão associadas a afirmacões do Tempo e do Espaco.  A exposição será constituída por quadros de médias e grandes dimensões e uma escultura.  Nesses trabalhos haverá uma preocupacão de sobrepor diferentes registos, associando ou contrapondo  marcas, como hipotéticas plantas de cidade (ocupacão do homem), palavras (associadas a uma memória  pessoal e/ou colectiva) etc., mostrando uma pluralidade de intenções.
Ivo
Maio de 2006

No Convento das Mónicas, 12 de Outubro de 2006
Em Tavira, no Palácio da Galeria a partir de 13 de Janeiro de 2007

SOBRE O TRABALHO DO ARTISTA
segunda_colina_bIvo Silva nasceu em Lisboa, onde frequentou a Escola de Belas-Artes. Comecou a expor em 1983. Uma presença impositiva nos quadros de Ivo Silva é conseguida pela atencão concedida pelo pintor à globalidade da imagem e ao tratamento do suporte. Tal presença não é conseguida nem pela gestualidade  enérgica da execução nem pela alusão figurativa, apesar de o pintor tirar partido do tradicional hábito de  procurar representações de objectos e de paisagens nas pinturas. As linhas podem adensar-se em zonas  simétricas do suporte, mas raramente se cruzam de igual modo. Se se fecham em simulacros de contornos  de objectos, estes permancem inidentificados. A procura insistente obtem dados insólitos, como montanhas  cor de sangue, vales estranhos; armações metálicas que podem erguer-se no horizonte, mas que podem  também glosar o emolduramento da própria pintura; linhas que convergem não numa perspectiva central  estática, mas lateral, vertiginosa; na brecha dos planos frontais, indefinidas formas orgânicas estiram-se  molemente.  Entre a construção rígida de espacos e a flutuação de manchas amorfas, a matéria pictural vibra, entregue  a múltiplas leituras. A sua presença física densa é necessária para as metamorfoses e metáforas  experimentadas. Ivo pensa enquanto coloca, arrasta e arranha estas matérias cromáticas. Todas as  ambiguidades da função da cor são exploradas. Incrustada na matéria, transmutadas em luz, situada como  objecto ou como mero reflexo, a cor de Ivo, sendo Expressionista, não é, porém, directa. «Penso em termos  de forças e formas implosivas, capazes de energia concentrada», diz ele. «Estou preocupado com a  superfície, como pele que cobre o corpo da pintura. Procuro a textura áspera, porque acredito que nela se  encontra o momento e a presença humana.».
As relações entre os elementos pictóricos esclarecem-se através da multiplicidade de siginificações e,  assim, o acto pictural constitui-se como instauração o de nova linguagem, que afirma e nega ao sabor do  humor. Os títulos dos seus quadros auxiliam a distanciação psíquica necessária a este momento  instaurador.
Rui Mário Gonçalves

Teatro da Politécnica

retrato prog RETRATO DE MULHER ÁRABE QUE OLHA O MAR
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro
oteatro joaovieira prog VOLTAR A VER O JOÃO (VIEIRA)
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

DO ALTO DA PONTE 2 prog DO ALTO DA PONTE
No Teatro Municipal de Vila Real a 19 de Outubro
No Teatro Municipal de Bragança a 27 de Outubro
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 3 de Novembro
No Teatro Nacional de S. João de 8 a 25 de Novembro
No Teatro Aveirense a 30 de Novembro
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garret a 1 de Dezembro
No S. Luiz Teatro Municipal de 10 a 27 de Janeiro de 2019
Em Faro, no Teatro das Figuras a 31 de Janeiro de 2019
No Teatro Municipal de Almada a 9 e 10 de Fevereiro de 2019
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 16 de Fevereiro de 2019
Em Viana do Castelo, no Teatro Municipal Sá de Miranda a 16 de Março de 2019
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS. Como, não é retrato?
Em Coimbra, no Caminhos Film Festival, Mini-Auditório Salgado Zenha a 30 de Novembro, às 18h00

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
12 de Novembro Luís Vaz de Camões por Jorge Silva Melo
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

Livrinhos de Teatro

assinaturas2019

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2019

Assinar »»

Subscrever Newsletter