FOTOGRAFIAS de Miguel Ribeiro

fotografias_a FOTOGRAFIAS de Miguel Ribeiro
Teatro Taborda
9 de Setembro a 29 de Novembro 2004

Quando se olha para as fotografias o que se vê não é um corpo, nem sequer uma parte do corpo. O que se vê é uma narrativa, uma história que corre sobre uma superfície que pode ser ou não ser a de um corpo. Ou, se quisermos ser específicos, o que se vê é a história de uma exploração geográfica de uma superfície que pode ser ou não ser um corpo. Podemos ver campos de trigo, terra, colinas, desertos, mares, acidentes do terreno, sugestões de vida orgânica, sugestões infinitamente ampliadas ou infinitamente reduzidas de qualquer coisa que está lá e é misteriosa. Pode ser poeira, pode ser a pele, pode ser cabelo, pode ser a poeira de estrelas, que é uma designação poética e inobservável. Podíamos estar a investigar a superfície de Marte ou a de um planeta desconhecido de um sistema fora do sistema solar. O que importa, tal como na narrativa literária, não é o que vemos. É o que julgamos ver, e o resultado dessa observação é sempre uma abstracção, em última análise, uma interpretação. Eu prefiro a abstracção.
Aquilo que me atrai nestas fotografias é a sua saliência visual, e com isto quero dizer que é impossível ignorá-las depois de as ter visto a primeira vez, e esquecê-las depois de as ter visto uma segunda vez. Ou uma terceira, ou quarta, ou as vezes que quisermos, porque a partir de determinado ponto o olhar esculpe a sua própria representação do que vê. Vê aquilo que quer e que sabe ver com os olhos que tem. É esta a essência da arte, de toda a arte. A de um mútuo reconhecimento, a de um entendimento entre o artista e aquele que explora a paisagem, a narrativa, a abstracção, proposta pelo artista.
Clara Ferreira Alves
24 Setembro 2004

Teatro da Politécnica

ARTISTA DO MÊS fevereiro 18 prog ARTISTA DO MÊS
Maria Bernardino
dramaticulos prog DRAMATÍCULOS
de 22 a 24 de Fevereiro
O Teatro da Amante Inglesa prog O TEATRO DA AMANTE INGLESA
de 7 de Março a 14 de Abril
desenhos com cor prog DESENHOS COM COR
de 7 de Março a 14 de Abril

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

O GRANDE DIA DA BATALHA prog O GRANDE DIA DA BATALHA variações sobre o ALBERGUE NOCTURNO de Máximo Gorki
No Teatro Nacional D. Maria II de 18 de Janeiro a 25 de Fevereiro
fragil 1 prog FRÁGIL
Em Évora, n'A Bruxa Teatro a 2 de Março
Em Sobral de Monte Agraço, no CineTeatro Sobral a 28 de Abril
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
2 de Abril - Adolfo Casais Monteiro por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
9 de Maio - Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas

Livrinhos de Teatro

capa114

SEM ALARDE
de Owen McCafferty
Livrinhos de Teatro nº114 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter