CECÍLIA GUIMARÃES

cecilia_guimaraes_aApós o curso do Conservatório Nacional, estreou-se com A Qualquer Hora o Diabo Vem de Pedro Bom, no Teatro da Rua da Fé. A sua estreia profissional ocorreu em 1953 na companhia Alves da Cunha com Duas Causas de Ramada Curto. Trabalhou no Teatro Experimental do Porto, onde, com direcção de António Pedro, interpretou O Crime da Aldeia Velha de Bernardo Santareno. Trabalhou ainda com o Teatro de Arte de Lisboa dirigido por Azinhal Abelho e Orlando Victorino e sediado no Teatro da Trindade onde representou Graham Greene, Priestley, Lorca, Tchékhov, Cortez. Ingressou em 1962 na Companhia Amélia Rey-Colaço / Robles Monteiro interpretando Oito Mulheres de Robert Thomas. Interpretou ainda autores com Pirandello, Kataev, Somerset Maugham, Max Frisch, Dürrenmatt, Tennessee Williams, Shakespeare, Edward Albee, Valle-Inclán, Romeu Correia, Sauvageon, Tchékhov e De Filippo. Trabalhou esporadicamente com o Teatro Experimental de Cascais, em espectáculos de Gombrowicz e na participação portuguesa na Expo de Osaka. No Teatro da Cornucópia, interpretou Terror e Miséria no III Reich de Brecht. Na Companhia de Teatro de Almada, interpretou Lorca, Duras, Peter Schaeffer (prémio de interpretação por Felicidade e Erva Doce), Gil Vicente. Voltou, nos anos 90, ao Teatro Experimental do Porto para interpretar Jean-Pierre Sarrazac e ao Teatro Nacional onde interpretou Três Mulheres Altas de Albee. No Teatro Maria Matos participou em Infidelidades de Maria do Céu Ricardo. No Teatro Nacional de São Carlos, participou em duas produções de Guerras de Alecrim e Manjerona de António José da Silva. No cinema, trabalhou com António Lopes Ribeiro (prémio de interpretação por O Primo Basílio), João Mendes, Manoel de Oliveira, Carlos da Silva/Georges Sluitzer, Alain Tanner, Solveig Nordlund. Tem colaborado com a RTP desde o início da televisão, tendo representado autores como D. João da Câmara, Lorca, Strindberg e Musset.

Nos Artistas Unidos:
2004 - TERRORISMO dos Irmãos Presniakov, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Taborda).
2010 - A PAIXÂO DO JARDINEIRO de Jean-Pierre Sarrazac (Antena 2).

Teatro da Politécnica

artista do mes Pedro chorao obra prog ARTISTA DO MÊS - PEDRO CHORÃO
BALLYTURK prog BALLYTURK
de 27 Março a 4 Maio
nestesultimostempos prog NESTES ÚLTIMOS TEMPOS
de 27 Março a 4 Maio
PURIFICADOS prog PURIFICADOS
de 8 a 18 de Maio
Corpo futuro prog CORPO FUTURO
de 23 a 25 de Maio
as claras prog ÀS CLARAS um seminário dos Artistas Unidos
2019 Maio / Julho

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

o dia seguinte prog O DIA SEGUINTE
Na Antena 2, Teatro Sem Fios, a 27 de Março às 19h00
ainda nao acabamos prog AINDA NÃO ACABÁMOS como se fosse uma carta
de Jorge Silva Melo

Na RTP 2 a 3 de Abril às 23h00
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

20 de Maio – Pedro Tamen por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
23 de Setembro – Mário Cesariny por Maria João Luís e Jorge Silva Melo
11 de Novembro – José Gomes Ferreira por João Meireles (distribuição em curso)

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA
os nossos poetas leituras de poesia portuguesa pelos Artistas Unidos

Livrinhos de Teatro

K 122 Annie Baker

OS ALIENS
de Annie Baker
Livrinhos de Teatro nº 122 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter