COPI

copiRaúl Damonte Botana, conhecido pelo pseudónimo Copi, nasceu na Argentina, em Buenos Aires, no dia 20 de Novembro de 1939. Desenvolveu a maior parte da sua carreira em França, Paris, onde morreu no dia 14 de Dezembro de 1987. Cresceu em Montevideo. Tanto o seu avô materno, Natalio Félix Botana, como o seu pai, Raúl Damonte Taborda, foram jornalistas. O seu pai, anti-peronista radical, foi director do jornal Tribuna Popular. Copi mostrou desde cedo talento para o desenho e contribuiu com caricaturas para aquele jornal, e para a revista satírica Tia Vicenta, desde a sua adolescência. As actividades políticas do seu pai forçaram a família a exilar-se no Uruguai, no Haiti e, mais tarde, nos EUA, em Nova Iorque. Copi emigrou sozinho para Paris em 1963. Começou a trabalhar para o Nouvel Observateur onde os seus desenhos e humor agudo o tornaram conhecido; foi o cartoon La Femme Assise que o celebrizou mundialmente e que originou o pseudónimo com que viria a assinar (copi é um argentinismo para galinha). Foi membro do Tse, uma associação de artistas franco-argentinos com os quais, em 1969, estreou Eva Perón. Outras peças por si escritas incluem títulos como Le bal des folles, La journée d’une rêveuse, Une visite inopportune. Copi também colaborou com o grupo Pánico, que incluía nomes como Fernando Arrabal, Roland Topor e Alejandro Jodorowsky. Morreu aos 48 anos de idade, deixando escritos oito romances, dezasseis peças de teatro e oito livros de banda desenhada.

Do autor nos Livrinhos de Teatro:
O Homossexual ou a Dificuldade em Exprimir-se e outros textos (nº40)
(os outros textos são: Loretta Strong/A Torre de La Défense/O Frigorífico)
As Quatro Gémeas/ A Noite da Dona Luciana/ Uma Visita Inoportuna (nº 49)

Do autor noutros Editores:
Eva Perón (& etc)

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

fragil 1 prog FRÁGIL
Em Sobral de Monte Agraço, no CineTeatro Sobral a 28 de Abril
Em Sintra, no Chão de Oliva a 4 e 5 de Maio
Em Aveiro, no Teatro Gretua a 8 e 9 de Junho

o rapaz de ucello prog

O RAPAZ DE UCELLO ou aquilo que nunca perguntei ao Álvaro Lapa
No Porto, no Auditório de Serralves, 6 de Maio às 18h00

O Teatro da Amante Inglesa prog O TEATRO DA AMANTE INGLESA
Em Évora, n’A Bruxa Teatro a 11 e 12 de Maio
Em Alverca, no Teatro Estúdio Ildefonso Valério a 26 de Maio
Em Setúbal, no Fórum Luísa Todi a 29 de Agosto
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
7 de Maio - Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS - como? Não é retrato?
de Jorge Silva Melo
Na RTP2, 9 de Maio às 23h15
EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas

Livrinhos de Teatro

capa115

O TEATRO DA AMANTE INGLESA
de Marguerite Duras
Livrinhos de Teatro nº 115 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter