MARCADO PELO TIPEX de Antonio Onetti

marcado_tipex_a MARCADO PELO TIPEX de Antonio Onetti
Tradução Joana Frazão Com António Simão, Sylvie Rocha, António Filipe e Isabel Muñoz Cardoso Cenografia Rita Lopes Alves e João Calvário Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Som André Pires Encenação João Meireles Assistência de Encenação Pedro Carraca

Estreia Teatro Taborda a 13 de Janeiro de 2005

Realizou-se uma conversa pública com o autor no Teatro Taborda, a 29 de Janeiro de 2005.

O texto está publicado nos LIVRINHOS DE TEATRO, Volume 2 dos Artistas Unidos.

marcado_tipex_bUm mau escritor de policiais e a namorada andam às voltas com uma história para um novo livro. Ideias e ratazanas, personagens e computadores avariados pululam no quarto infecto. Mas o escritor tem uma ideia para a complexa história de crimes e tráficos e as personagens têm outra. Quem levará a melhor?

Marcado por el Típex foi escrito em 1988. Estreou em 1991 no Centro Cultural Joan Miró, em Móstoles (Madrid), com encenação de Antonio Onetti. Os Artistas Unidos realizaram uma leitura encenada a 13 de Julho de 2003, na Sala Virgílio Martinho (Festival de Almada), dirigida por João Meireles e Joana Bárcia, com António Simão (Bocanegra), Sylvie Rocha (Violeta), João Meireles (Ricky) e Isabel Muñoz Cardoso (Dália).

O mundo dos perdedores, a incompreensão da sociedade em relação a quem a ouse desafiar, o gosto pelo tratamento humorístico das experiências mais dolorosas, a utilização das falas marginais, etc., são características comuns à maior parte das suas peças de Onetti.
Fermín Cabal

A sua galeria de personagens, extraídas da observação, mais imediata, é composta por malandros, vadios, prostitutas, delinquentes, desempregados ou drogados que vemos em qualquer rua. O que acarreta, a procura de uma linguagem popular sem precedentes, a não ser que olhemos para trás, para o folclorismo linguístico dos irmãos Quintero. Humor, irreverência, troça das instituições, e íntima compreensão dos seus deserdados caracterizam o teatro de Onetti.
Enrique Centeno, “La Escena Española Actual”

Gosto de encontrar o estilo da peça, não o meu estilo. Consigo ver um fio condutor numa determinada perspectiva da realidade, porque acredito nos géneros: a perspectiva sobre um tema, de repente, torna-se comédia, e a perspectiva sobre outro torna-se tragédia, ou drama, ou qualquer outra coisa.
Antonio Onetti (1994)

Antes deprimia-me muito quando escrevia, sempre tive como que um período a meio do trabalho, quando chegava ao clímax do que era a acção de escrever a obra, em que me deprimia por puro esgotamento dos meus recursos. Tinhas como que espremer-te para que saísse o que querias e o resultado nunca chegava a ser o que tu querias. Marcado por el típex fala disto, de como um senhor está a tentar mas não consegue porque lhe escapam os meios das mãos.
Antonio Onetti (1994)

O diálogo é a casca da laranja que lhe cobre a polpa. O que está por baixo. Para chegar ao diálogo julgo realmente que é preciso ter muito claro o que está por baixo.
Antonio Onetti (1999)

Teatro da Politécnica

emilia prog 1 EMÍLIA
de 11 de Setembro a 19 de Outubro
NIKIAS quadrado prog NIKIAS SKAPINAKIS - Pintura e Desenho - 2018-2019
de 11 de Setembro a 19 de Outubro
VEMO NOS AO NASCER DO DIA de ZInnie Harris prog VEMO-NOS AO NASCER DO DIA
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro
RETRATO DE UM RAPAZ prog RETRATO DE UM RAPAZ
de 6 de Novembro a 14 de Dezembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

VEMO NOS AO NASCER DO DIA de ZInnie Harris prog VEMO-NOS AO NASCER DO DIA
No Teatro Estúdio-Ildefonso Valério a 25 e 26 de Outubro
VIDAS ÍNTIMAS de Nöel Coward prog VIDAS ÍNTIMAS
No Teatro Municipal de Vila Real a 31 de Outubro de 2019
No Teatro Municipal da Guarda a 8 de Novembro de 2019
No Porto, no Teatro Nacional São João de 14 de Novembro a 1 de Dezembro de 2019
No Teatro Aveirense a 6 de Dezembro de 2019
Em Ponte de Lima, no teatro Diogo Bernardes a 14 de Dezembro de 2019
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett a 4 de Janeiro de 2020
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 11 de Janeiro de 2020
Em Santarém, no Teatro Municipal Sá da Bandeira a 18 de Janeiro de 2020
Em Braga, no Theatro Circo a 24 de Janeiro de 2020
Em Leiria, no Teatro José Lúcio da Silva a 6 de Fevereiro de 2020
Em Coimbra, no Convento S. Francisco a 8 de Fevereiro de 2020
Em Viana do Castelo, no Teatro Sá de Miranda a 15 de Fevereiro de 2020
Em Viseu, no Teatro Viriato a 21 e 22 de Fevereiro de 2020
No Teatro-Cine de Torres Vedras a 28 de Fevereiro de 2020
Em Torres Novas, no Teatro Virgínia a 29 de Fevereiro de 2020
No CCB – Centro Cultural de Belém de 4 a 9 de Março de 2020
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

11 de Novembro – José Gomes Ferreira por João Meireles (distribuição em curso)

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA
os nossos poetas leituras de poesia portuguesa pelos Artistas Unidos

Livrinhos de Teatro

K 128 Zinnie

VEMO-NOS AO NASCER DO DIA/ MAIS LONGE QUE A COISA MAIS LONGE
De Zinnie Harris
Livrinhos de Teatro nº 128 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter