ANA TERESA SANTOS

Ana Teresa Santos

Entrou no CITAC em 1998. Posteriormente ingressou na ESTC, na licenciatura em Teatro – Formação de Actores e Encenadores onde trabalhou com Rogério de Carvalho, João Brites, Carlos Pessoa, José Peixoto, Madalena Victorino, entre outros. Representou esta escola no Olive Festival, na Sérvia Montenegro, a convite de Álvaro Correia. Participou como actriz no EU Theatre Arts for Children and Young People Festival no Japão, numa encenação de Paulo Lage. Traduziu, adaptou e co-encenou O Equívoco, de Albert Camus. Participou em curtas-metragens de Sílvio Sousa e Cláudia Oliveira. É licenciada em Estudos Portugueses e Franceses pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e é sócia fundadora do Teatro Língua.

Nos Artistas Unidos:
2006
STABAT MATER de Antonio Tarantino, encenação de Jorge Silva Melo (Convento das Mónicas).
2007
HAMELIN de Juan Mayorga (Convento das Mónicas); MECENAS, MECENAS (Fundação Calouste Gulbenkian).