DIOGO INFANTE

Diogo Infante

Tem o curso de Formação de Actores da ESTC. Estreia-se no espectáculo As Sabichonas de Moliére, encenação de Ruy de Matos no Teatro Nacional D. Maria II (1989). Trabalhou com Carlos Avilez (Teatro Experimental de Cascais), Rui Mendes, João Lourenço (Teatro Aberto), Richard Cottrell, John Retallack, Adriano Luz e Ana Luísa Guimarães. Como encenador, dirigiu peças de Harold Pinter, Richard Cameron, Paul Rudnick , Alan Ball, Tennessee Williams, Moises Kaufman, Garcia Lorca, Joan Didion . No cinema trabalhou com Ana Luisa Guimarães, Jorge Paixão da Costa, João Botelho, Luís Filipe Rocha, Joaquim Leitão, Lúcia Murat, Leonel Vieira, Ruy Guerra, George Felner, Fernando Fragata, Roselyne Bosch, entre outros. Para a televisão teve participações em diversas séries e novelas. Desempenhou entre 2008 e 2011 a função de Director Artístico do Teatro Nacional D.Maria II e é actualmente o director do Teatro da Trindade.

Nos Artistas Unidos:
2010REI ÉDIPO a partir de Sófocles, encenação de Jorge Silva Melo (TNDM II).