JOÃO MEIRELES

João Meireles

Tem o curso do IFICT (1992). Trabalhou com Luís Varela, Manuel Borralho, Ávila Costa, Adolfo Gutkin, Aldona Skiba-Lickel, José António Pires, o Pogo Teatro e o Teatro Bruto. Integra os Artistas Unidos desde 1995.

Nos Artistas Unidos:
1995 – ANTÓNIO UM RAPAZ DE LISBOA, de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Grande Auditório da Fundação Gulbenkian).
1996 – O FIM OU TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest).
1997 –
PROMETEU AGRILHOADO/LIBERTADO de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Trindade).
1998 – A TRAGÉDIA DE CORIOLANO de Shakespeare, encenação de Jorge Silva Melo (Rivoli Teatro Municipal); A QUEDA DO EGOÍSTA JOHANN FATZER de Bertolt Brecht, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Variedades); AOS QUE NASCEREM DEPOIS DE NÓS de Bertolt Brecht, direcção cénica de Jorge Silva Melo (Festival de Almada); MIKADO um projecto de Joaquim Horta e João Meireles (Sem Deus Nem Chefe 1).
1999 – NA SELVA DAS CIDADES de Bertolt Brecht, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Comuna); TORQUATO TASSO de Goethe, encenação de Jorge Silva Melo (Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian).
2000 – HISTÓRIAS DO SR. KEUNER de Bertolt Brecht (A Capital Teatro Paulo Claro). O NAVIO DOS NEGROS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest).
2001 O MEU BLACKIE de Arne Sierens, encenação de Cláudio da Silva (A Capital Teatro Paulo Claro); A HISTÓRIA DO ESCRIVÃO BARTLEBY de Francisco Luís Parreira, encenação de João Meireles (A Capital Teatro Paulo Claro).
2002 FILOCTETES de Heiner Müller, encenação de Jorge Silva Melo (A Capital Teatro Paulo Claro); NUNZIO de Spiro Scimone, encenação de Américo Silva (Festival de Almada); O ENCARREGADO, encenação de João Meireles (Culturgest).
2003 BAAL de Bertolt Brecht, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Viriato). CADA DIA A CADA UM A LIBERDADE E O REINO (Sala do Senado da Assembleia da República).
2004 – NÃO POSSO ADIAR O CORAÇÃO, encenação de Jorge Silva Melo (Assembleia da República). NO PAPEL DA VÍTIMA dos Irmãos Presniakov, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Nacional D. Maria II).
2005 – MARCADO PELO TIPEX de Antonio Onetti , encenação de João Meireles (Teatro Taborda); INVERNO de Jon Fosse , encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Taborda) ; CONFERÊNCIA DE IMPRENSA E OUTRAS ALDRABICES de Harold Pinter, Antonio Tarantino, Arne Sierens, Antonio Onetti, Davide Enia, Duncan McLean, Enda Walsh, Finn Iunker, Irmãos Presniakov, Jon Fosse, José Maria Vieira Mendes, Jorge Silva Melo, Juan Mayorga, Letizia Russo, Marcos Barbosa, Miguel Castro Caldas, Spiro Scimone, uma canção de Boris Vian e outros ainda, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Nacional D. Maria II), A FÁBRICA DE NADA de Judith Herzberg, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest), OS ANIMAIS DOMÉSTICOS de Letizia Russo, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Nacional D. Maria II).
2006 – BREVES TEXTOS PARA A LIBERDADE de José Maria Vieira Mendes, Arne Lygre, Jesper Halle e Gro Dahle; A MATA de Jesper Halle, encenação de Franzisca Aarflot (Teatro de Almada); MUSIC-HALL de Jean-Luc Lagarce, encenação de François Berreur. (Centro Cultural de Belém); HAMELIN de Juan Mayorga, encenação colectiva (Convento das Mónicas);
2008ÚLTIMAS PALAVRAS DO GORILA ALBINO de Juan Mayorga (Convento das Mónicas); ISTO NÃO É UM CONCURSO (Instituto Franco-Português); NORUEGA-LISBOA-NORUEGA (Fundação Calouste Gulbenkian; São Luiz Teatro Municipal).
2009 ESTA NOITE IMPROVISA-SE de Luigi Pirandello, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Nacional D. Maria II); LEITURA DE UM HOMEM FALIDO (IFP); SEIS PERSONAGENS À PROCURA DE AUTOR de Luigi Pirandello, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Municipal São Luiz); O PESO DAS RAZÕES de Nuno Júdice, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Aveirense, Assembleia da República).
2010REI ÉDIPO a partir de Sófocles, encenação de Jorge Silva Melo (TNDM II); COMEMORAÇÃO de Harold Pinter, encenação de Jorge Silva Melo (CCB); O QUARTO de Harold Pinter, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Municipal de Almada); A CHEGADA DE AGAMEMNON na ORESTEIA de Esquilo, ensaio aberto dirigido por Jorge Silva Melo (TEIA 2010 | TNDM II); UM PRECIPÍCIO NO MAR de Simon Stephens, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest).
2011O TORNO de Luigi Pirandello (Antena 2); BRILHARETES (Lustrini) de Antonio Tarantino, um espectáculo de João de Brito e Tiago Nogueira com a colaboração de Jorge Silva Melo (Centro Cultural do Cartaxo); TRÊS AUTORES CATALÃES EM LISBOA (TNDM II); DA REPÚBLICA E DAS GENTES de Manuel Gusmão e Jorge Silva Melo (TNDM II); NÃO SE BRINCA COM O AMOR de Alfred de Musset, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Viriato); POR TUDO E POR NADA de Nathalie Sarraute (Antena 2); A FARSA DA RUA W de Enda Walsh (Teatro da Politécnica).
2012A MORTE DE DANTON de Georg Büchner, encenação de Jorge Silva Melo (CCVF /TNDMII).
2013POR TUDO E POR NADA de Nathalie Sarraute encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Politécnica); O CAMPEÃO DO MUNDO OCIDENTAL de J. M. Synge, encenação de Jorge Silva Melo (TNDM II).
2014A MODÉSTIA de Rafael Spregelburd, encenação de Amândio Pinheiro (Teatro da Politécnica); GATA EM TELHADO DE ZINCO QUENTE de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Viriato); O REGRESSO A CASA de Harold Pinter, encenação de Jorge Silva Melo (TNDMII).
2015DOCE PÁSSARO DA JUVENTUDE de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (SLTM, TNSJ); JOGADORES de Pau Miró, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Politécnica).
2016NESTA HORA PRIMEIRA nos 40 anos da Constituição da República Portuguesa de Jorge Silva Melo (Assembleia da República); JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Politécnica).
2017A NOITE DA IGUANA de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (SLTM, TNSJ); O DOIDO E A MORTE de Raúl Brandão (Antena 2); CALOR de Jon Fosse (Antena 2); TENHO TRINTA ANOS, ESTOU NA CADEIA HÁ QUATRO alguns “Papéis da Prisão” de Luandino Vieira, encenação de Jorge Silva Melo (Gulbenkian).
2018O GRANDE DIA DA BATALHA variações sobre o ALBERGUE NOCTURNO de Máximo Gorki de Jorge Silva Melo (TNDMII).