INGOLSTADT

de Marieluise Fleißer

Livrinhos de Teatro nº 145

Tradução de Vasco Pimentel

Uma edição Artistas Unidos/ Snob com o apoio Fundação Calouste Gulbenkian

Finalmente em português as duas peças "malditas" da mais marginal das autoras daqueles anos 20 entre Munique e Berlim: a província, o sexo, a juventude, a ansiedade. Uma autora anos e anos esquecida e redescoberta no fim da vida pela geração de Faßbinder, Kroetz, Sperr. Uma honra.

 

 

7.00

L145