REMÉDIO de Enda Walsh

REMÉDIO de Enda Walsh fotografia de Jorge Gonçalves

Fotografia © Jorge Gonçalves

REMÉDIO de Enda Walsh Tradução Joana Frazão Com Íris Runa, Maria Jorge, Rúben Gomes, o baterista Pedro Domingos e vozes de Américo Silva, Andreia Bento, Diana Especial, Diana César, Frederico Gonçalves, Gonçalo Ouro, Helder Bráz, Isabel Milhanas Machado, João Meireles, Pedro Roquette e Raquel Montenegro Cenografia José Manuel Reis Assistência de Cenografia André Neves Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Som André Pires Direcção de cena Hélder Bráz Operação Diana Especial e Lucas Domingos Assistência de encenação Diana Especial Encenação António Simão M14

No Teatro da Politécnica de 16 de Novembro a 16 de Dezembro de 2023

LAGOSTA

Tem importância porque é muito confuso viver neste mundo actual e as pessoas como nós – pessoas da música – do teatro – podem proporcionar não só instrução ligeira mas também compreensão intelectual – alguma clareza e propósito. Porquê uma só sobrancelha?
Enda Walsh, Remédio

Em Remédio encontramos John Kane sentado numa cadeira de um hospital onde chegarão, dentro de pouco tempo, um percussionista, duas mulheres chamadas Maria, um homem muito velho e uma lagosta gigante.
Então, tudo começa.
Remédio é uma peça obscura e absurda que quebra a fronteira entre elenco e público, entre texto e performance. É uma meditação tocante e cómica sobre a chamada “doença mental” e a sua institucionalização.
António Simão