RITA BRÜTT

Rita Brütt

Inicia a sua formação em teatro em 2001 num curso do Teatro de Carnide, faz o IFICT com Adolfo Gutkin, a ACT e é licenciada pela ESTC. Vai complementando a sua formação com workshops com João Canijo, Tiago Rodrigues, Michael Margotta, Marcia Haufrecht, Lúcia Lemos e Lenard Petit. Em 2012 integrou a XXI ediçao da Ecole des Maîtres, com Rafael Spregelburd. Em teatro trabalhou com encenadores tais como: João Brites, Rogério de Carvalho, Tiago Rodrigues, António Pires, Ricardo Neves-Neves e Jorge Silva Melo em Portugal, em Itália com Rafael Spregelburd e Manuela Cherubini. Em cinema trabalha com Catarina Ruivo, Paolo Marinou-Blanco, Paulo Filipe Monteiro e em curtas-metragens de João Constâncio, Henrique Bento, Rui Esperança e António Lopes, entre outros. Em televisão, estreia-se como Isabel na série Conta-me como Foi, e mantém-se presença assídua neste meio.

Nos Artistas Unidos:
2009 –
SEIS PERSONAGENS À PROCURA DE AUTOR de Luigi Pirandello, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Municipal São Luiz); ANA de José Maria Vieira Mendes, encenação de Jorge Silva Melo (CCB).
2010
HEDDA de José Maria Vieira Mendes a partir de Hedda Gabler de Henrik Ibsen, encenação de Jorge Silva Melo (São Luiz).
2012A MORTE DE DANTON de Georg Büchner, encenação de Jorge Silva Melo (CCVF /TNDMII).
2015O TEMPO de Lluïsa Cunillé, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Politécnica).