TIAGO MATIAS

Tiago Matias

Estreou-se profissionalmente na Companhia de Teatro de Sintra, onde trabalhou com os encenadores João de Mello Alvim, Nuno Correia Pinto, Antonino Solmer, Jorge Listopad, Carlos Pimenta e Pedro Penim, com textos de Tchekhov, Nuno Bragança, Maquiavel, Bernardo Soares e Gao Xingjian, entre outros. Na Cornucópia, trabalhou com Luis Miguel Cintra e Christine Laurent em textos de Brecht, Pirandello, Sófocles, Shakespeare e Tchekhov.

Nos Artistas Unidos:
2009
O PESO DAS RAZÕES de Nuno Júdice, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Aveirense; Assembleia da República).
2010REI ÉDIPO a partir de Sófocles, encenação de Jorge Silva Melo (TNDM II); MORTE EM TEBAS de Jon Fosse, leitura dirigida por Jorge Silva Melo (TEIA 2010 | TNDM II); COMEMORAÇÃO de Harold Pinter, encenação de Jorge Silva Melo (CCB).
2012A MORTE DE DANTON de Georg Büchner, encenação de Jorge Silva Melo (CCVF /TNDMII); FELIZ ANIVERSÁRIO de Harold Pinter, encenação Jorge Silva Melo (Teatro da Politécnica).
2014GATA EM TELHADO DE ZINCO QUENTE de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Viriato).
2015DOCE PÁSSARO DA JUVENTUDE de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (São Luiz).
2016NESTA HORA PRIMEIRA nos 40 anos da Constituição da República Portuguesa de Jorge Silva Melo (Assembleia da República).
2017A NOITE DA IGUANA de Tennessee Williams, encenação de Jorge Silva Melo (SLTM, TNSJ); O DOIDO E A MORTE de Raúl Brandão (Antena 2); CALOR de Jon Fosse (Antena 2).
2018NADA DE MIM de Arne Lygre, encenação Pedro Jordão (Teatro da Politécnica); O GRANDE DIA DA BATALHA variações sobre o ALBERGUE NOCTURNO de Máximo Gorki de Jorge Silva Melo (TNDMII).